COMO SER FELIZ SEM DINHEIRO

O custo da sua vida depende das coisas que você valoriza e da suas escolhas. Se contentar e se satisfazer com as coisas mais simples da vida é uma questão de opção. Quando escolhemos por uma vida simples e menos apegada ao consumismo precisamos de menos dinheiro para satisfazer nossas necessidades.

Para saber mais leia o artigo: É possível ser feliz sendo pobre?

Quando precisamos de menos dinheiro para nos satisfazer, também não precisamos trabalhar tanto. E quando só trabalhamos o necessário temos mais tempo livre para fazer as coisas que realmente produzem prazer e felicidade na nossa vida. No artigo acima você verá que a grande satisfação não está diretamente relacionada com o acumulo de objetos caros, apesar da televisão, jornais e outros meios de comunicação divulgarem o contrário por dependerem das verbas de publicidade dos seus patrocinadores. As empresas precisam vender e para isto precisam fazer você acreditar que a felicidade está diretamente relacionada com o ato de consumir algumas coisas não importantes.

Até que ponto vale a pena trabalhar muito quando no final iremos gastar tudo que ganhamos acumulando coisas e objetos? Até que ponto as coisas que você acumula são realmente importantes na sua vida?

Trabalhar mais é importante quando nosso objetivo é acumular riqueza e não acumular objetos caros para mostrar para os outros que somos especiais pelas coisas que temos penduradas no nosso corpo ou dentro da nossa casa. Quando trabalhamos para acumular riqueza conquistamos a liberdade financeira, trabalhamos por opção e não por obrigação.

 Quando trabalhamos em algo que nos dá prazer não podemos chamar isto de trabalho. Não trabalha quem faz o que gosta, este se diverte. E o correto é que um dia possamos trabalhar naquilo que realmente gostamos. O problema é que nem sempre o que gostamos de fazer oferece boa remuneração.

Um bom objetivo seria atingir o estado de liberdade financeira onde conseguimos dinheiro e patrimônio suficiente para nos manter dentro de um padrão de vida sem exageros e sem depender tanto do trabalho pelo dinheiro. O bom seria poder trocar o trabalho que nos gera só dinheiro pelo trabalho que nos gera reconhecimento, prazer e felicidade.

POR QUE OS PREÇO DOS IMÓVEIS NÃO PARAM DE SUBIR

As pessoas não entendem porque o preço dos imóveis no Brasil não param de subir mesmo com tantos rumores sobre a bolha imobiliária. Muitos especialistas acreditam que os imóveis já não estão subindo tanto, em algumas regiões os preços estão até caindo.

Mas então porque índices como o FipeZap indicam aumento nos preços? Você vai entender lendo o artigo: Por que o preço dos imóveis continuam subindo. Você vai entender que este índice tão divulgado no noticiário de todo Brasil se baseia em preços de imóveis anunciados em um site da internet. Qualquer pessoa pode acessar sites de internet e anunciar imóveis que existem e que não existem com preços reais ou imaginários.

Estes anúncios são utilizados para compor um índice que indica aumento ou queda nos preços e que acaba sendo adotado por muitos donos de imóveis para reajustar os preços de venda dos seus bens. Muita gente acaba usando o FipeZap para tomar decisões de compra e de venda de imóveis. Isto também acaba interferindo no preço dos aluguéis. Isto acaba gerando um circulo vicioso. Quanto mais o FipeZap informa que o preço dos imóveis estão subindo mas os imóveis sobem porque os proprietários dos imóveis a venda utilizam o índice para reajustar seus preços.

Existe uma grande diferença entre o preço de mercado dos imóveis e o preço que o proprietário anuncia o imóvel. Ele pode acreditar que o imóvel vale R$ 400 mil quando o mercado só aceita pagar R$ 250 mil. Nesta situação o imóvel é anunciado na internet por um preço acima do preço de mercado. É evidente que este imóvel fica encalhado e se mantem anunciado por muitos meses. O preço deste imóvel é utilizado pela Fipe para calcular o índice FipeZap. Outros donos de imóveis verificam o preço do metro quadrado com base no índice e reajustam seus preços com base em valores fantasiosos, que não são verdadeiros já que só existem na imaginação dos proprietários dos imóveis.

Antes de acreditar que o preço dos imóveis estão realmente subindo ou descendo é importante que você entenda a metodologia de cálculo do FipeZap. Neste link você encontrará o link que permita baixar a metodologia e poderá ainda ler os comentários do autor sobre o assunto.

RISCOS DE INVESTIR EM IMÓVEIS

Investir em imóveis não é tão seguro quanto a maioria dos brasileiros acreditam. Os especialistas classificam este tipo de investimento como um investimento de renda variável semelhante ao da bolsa de valores. Para saber mais leia o artigo: Imóvel é Investimento de Risco.

Os preços dos imóveis estão sempre caindo e subindo sem que as pessoas percebam. Infelizmente não é possível saber os preços que realmente estão sendo negociados entre compradores e vendedores igual acontece nas ações vendidas na bolsa. Com isto só podemos saber por quanto os imóveis estão sendo anunciados em sites de classificados. O fato é que o preço anunciado sempre é bem superior ao preço negociado entre comprador e vendedor.

Existe um índice utilizado para medir estas variações de preço com base nos anúncios de um único site de classificados da internet chamado ZAP. Você provavelmente já ouviu falar no índice FipeZap. É ele que os jornalistas utilizam para afirmar que o preço dos imóveis estão subindo no Brasil. Através de um artigo chamado: FipeZap é confiável ou não? você vai descobrir que não deve confiar no FipeZap. O artigo vai mostrar a metodologia que eles utilizam que acaba distorcendo os preços dos imóveis em todo Brasil. Existem informações assustadoras sobre o assunto neste artigo.

Para investir em imóveis é muito importante entender o funcionamento do mercado imobiliário. Para isto recomendo que você cadastre seu e-mail no site Como Comprar Imóveis para receber todas as semanas artigos interessantes que ensinam como comprar e lucrar investindo em imóveis.

Lucrar transformando imóvel residencial em comercial

Se você gostaria de comprar imóveis para investir uma dica são os imóveis residenciais que podem ser transformados em imóveis residenciais. Muitas ruas das grandes cidades possuem grande potencial comercial e estão cheias de casas residenciais. Estas casas com a finalidade de moradia não valem muito. Estas ruas estão tomadas por veículos, engarrafamentos e muito transito. O que antes era um bairro bom para morar começa a se transformar e um bairro cheio de comércios.

Com isto aparece uma grande oportunidade de adquirir imóveis residenciais. Os atuais proprietários acreditam ser vantajoso pegar o dinheiro da venda do imóvel e se mudar para um bairro mais tranquilo e mais residencial. O investidor acha vantajoso comprar estes imóveis para uma grande reforma e revitalização.

Veja o exemplo da foto.

Saiba mais sobre o que aconteceu com este imóvel lendo o artigo: Como investir em imóveis usados

Observe que antes temos um prédio residencial onde provavelmente existiam 3 imóveis em 3 pavimentos. Depois da transformação vemos um prédio comercial com 2 lojas e salas comerciais em dois andares. Este tipo de imóvel pode ser facilmente alugado para comerciantes que se interessam pela boa localização. E você pode ganhar muito dinheiro com isto aprendendo mais sobre Como Investir em Imóveis.

Comprar imóvel usado é mais vantajoso?

Você sabia que comprar um imóvel usado pode ser mais vantajoso que comprar um imóvel na planta ou imóvel novo para morar? Da mesma forma que muita gente não gosta de comprar carro usado, tem muitos que não gostam de imóveis usados. E isto é ótimo para quem pretende comprar um imóvel para morar. Os imóveis usados tendem a ser mais baratos, basta comparar o preço do metro quadrado de um apartamento usado em relação ao preço de um apartamento novo ou na planta.

Existem cidades e bairros onde o preço do metro de imóveis na planta que só serão entregues dentro de 3 ou 4 anos (se a obra não atrasar) são mais elevados que os imóveis que já estão prontos para morar.

Se livrar do aluguel imediatamente depois da compra de um imóvel pode ser muito vantajoso como mostra o artigo que você deve ler chamado “Vantagens dos imóveis usados“. Muitos problemas que envolvem a compra de imóveis na planta foram mostrados no livro que você também deveria conhecer chamado “Livro Negro dos Imóveis‘.

É muito comum a pessoa pagar aluguel mais caro que o valor de um financiamento. Quando compramos um imóvel na planta precisamos pagar aluguel por vários anos além de ficar responsável pelo pagamento das parcelas durante a obra e seus balões. Para piorar a dívida ainda cresce mensalmente graças ao INCC. No final o imóvel na planta pode sair mais caro que um imóvel pronto para morar.

Agora, como você poderá ver o livro Como Investir em Imóveis. Existem situações onde o imóvel na planta é mais vantajoso, principalmente se você possui um imóvel para morar e está querendo comprar outro como forma de investimento. O correto é aprender através de livros ou de cursos como negociar um grande desconto no caso de imóveis na planta. Sem este desconto o imóvel na planta é desvantajoso. Lembre-se que você está assumindo um risco e ainda financiando a obra da construtora.

Já comprando o imóvel usado podemos negociar preços melhores diretamente com o proprietário. O proprietário pode estar disposto a vender o imóvel rapidamente por precisar do dinheiro para viajar, se mudar, fazer um tratamento de saúde ou até aproveitar a oportunidade de comprar outro imóvel em uma localidade mais interessante para ele. Já no momento de negociar com a construtora ou incorporadora de imóveis na planta nem sempre a tarefa é fácil já que estamos diante de vendedores profissionais.

 

 

COMO PAGAR MESADA PARA SEU FILHO DA FORMA CERTA

Existe um método educativo que permite condicionar o pagamento da mesada do seu filho através de condições que imitam a vida real. No mundo dos adultos existem regras que se não forem cumpridas geram penalidades como o pagamento de multas. A ideia é condicionar a mesada ao cumprimento de metas. Para cada meta descumprida você penaliza seu filho com a aplicação da multa.

Desta forma seu filho perceberá que uma remuneração depende do seu merecimento. As pessoas precisam ter disciplina e respeitar normas e regras do meio onde vivem pois do contrário acabam respondendo pelas consequências e muitas vezes estas refletem diretamente no bolso.

Para baixar a planilha você deve visitar a página: http://www.clubedospoupadores.com/ferramentas/planilha-para-calcular-mesada-dos-filhos.html e clicar no botão para download da planilha. Se desejar receber novas planilhas basta você se cadastrar no site Clube dos Poupadores. Compartilhe esta planilha com todos os seus amigos e parentes que possuem filhos.

PREVIDÊNCIA PRIVADA NÃO VALE A PENA

Se você já possui um plano de previdência privada é melhor prestar atenção na rentabilidade dos últimos anos. Se você não tem previdência precisa refletir um pouco se realmente vale a pena ou não imobilizar seu dinheiro neste tipo de investimento. Muitos autores consideram a previdência privada uma poupança forçada que você paga caro e tem pouca rentabilidade. Em alguns casos existem pessoas perdendo dinheiro na previdência privada dos grandes bancos sem perceber. Neste caso seria mais lucrativo guardar o dinheiro embaixo do colchão (como mostra a figura) do que deixa-lo no plano de previdência.

Para saber mais sobre este assunto recomendo que você leia o ótimo artigo publicado no site Clube dos Poupadores chamado “Desvantagens da previdência privada” Recomente o artigo para seus amigos e parentes que possuem previdência privada ou desejam contratar. Você verá no artigo que não precisa que os outros cuidem do seu dinheiro para você cobrando taxas muito elevadas. Você mesmo pode aprender a cuidar do dinheiro da sua aposentadoria. Também verá que um plano de previdência privada que hoje parece ser vantajoso depois de 10, 20 ou 30 anos pode ser desvantajoso já que as taxas de juros, inflação e regras mudam a todo momento. Quando seu dinheiro está imobilizado na previdência fica difícil movimentar este dinheiro para oportunidades melhores.

 

PERDER TEMPO NO FACEBOOK

A quantidade de tempo que as pessoas perdem no FACEBOOK já preocupa as autoridades de muitos países. Como você pode ver no artigo “Viciado em Facebook perde dinheiro” somente o Facebook já gera prejuízo de trilhões de dólares por ano para o pais. Alguns estudiosos já acreditam que isto afetou o PIB nos EUA. O mesmo já deve estar ocorrendo no Brasil.

Afinal de contas você sabe quanto dinheiro perde no Facebook todos os meses? No artigo você verá que é fácil descobrir. Além dos custos com energia elétrica e depreciação do seu computador ou smartphone ainda existe a sua queda de produtividade. O tempo que você perde nas redes sociais poderia ser utilizado em um curso ou na leitura de algum livro que pudesse desenvolver novas habilidades.

O que se percebe é que muita gente utiliza o Facebook no horário de trabalho e com isto transfere o prejuízo para as empresas. O Brasil hoje enfrenta um sério problema de baixa produtividade que reflete diretamente na nossa economia e até na elevação da inflação. No exterior já existem clínicas de tratamento para pessoas viciadas no Facebook. No artigo você encontrará um teste para avaliar se você já precisa de tratamento.

COMO JUNTAR 1 MILHÃO DE REAIS

Juntar 1 milhão de reais não é uma tarefa impossível e muito menos difícil. Um jovem de 20 anos de idade que resolva poupar R$ 362,85 se tornará milionário aos 65 anos de idade. Uma que possua renda suficiente que permita poupar R$ 1446,00 consegue 1 milhão em apenas 25 anos. É o que mostra o artigo que ensina como se tornar milionário poupando. No mesmo artigo você pode baixar uma planilha gratuita para Excel onde é possível simular quanto você precisa poupar, por quanto tempo e qual a taxa de juros melhor para atingir o objetivo o mais rápido possível.

Não existe mágica. Você só precisa aprender a gastar menos do que ganha e investir o dinheiro que conseguir poupar com disciplina. Quando conseguir 1 milhão de reais terá uma renda passiva significativa permitindo uma ótima aposentadoria. Se você aplicar o seu 1 milhão em um investimento de renda faixa que garanta 0,7% terá R$ 7.000,00 de ganhos com juros todos os meses. Quanto maior a taxa de juros do país maios vantajoso é ter dinheiro investido para lucrar com juros.

O mais interessante é o poder dos juros compostos. Juntando R$ 1.446,00 por mês durante 25 anos você só terá aplicado R$ 433.800,00. Basta multiplicar 300 meses pelo valor da aplicação. O restante você ganhará através dos juros compostos. Você mesmo pode simular isto através do simulador de juros compostos.

OS CUSTOS DE MANTER UM CARRO

Você sabia que ao comprar um carro popular você acaba gastando o preço de um novo carro no primeiro ano de uso só com os custos que você não percebe que possui? Ter um carro, principalmente nas grandes cidades, está cada vez mais caro. Além de um enorme gasto de combustível devido aos engarrafamentos as pessoas estão morando cada vez mais longe do trabalho. O preço dos imóveis subiram tanto que muita gente está optando por morar em bairros afastados ou até em cidades vizinhas. E isto é uma tendência mundial.

Além disto a insegurança obriga a todo motorista contratar um bom seguro. E o preço de um seguro com boa cobertura também é desanimador, principalmente se forem carros muito visados que são justamente os carros mais baratos. As vezes o custo mensal de um carro popular é maior que o custo de um carro de padrão mais elevado.

Recomendo que você leia o artigo “Quanto Custa Manter um Carro” onde você poderá baixar uma tabela com os carros mais econômicos do Brasil atualizada recentemente pelo Inmetro. Também existe uma ótima planilha do Excel, que é gratuita e você pode baixar para seu computador. Nela você vai digitar algumas informações e verá quanto o seu carro gera de custos mensalmente e anualmente. Sem dúvida nenhuma é uma das mais completas planilhas. Antes de usar a planilha eu recomendo ler o artigo. Depois basta visitar a página de download da planilha clicando aqui.

No artigo você verá o drama de quem compra carro financiado. A pessoa recebe apenas um carro só que na hora de pagar é obrigada a pagar um carro para a concessionária, outro para o banco em forma de juros e outro em forma dos mais diversos custos e despesas gerados pelo carro nos primeiros anos de uso. Compartilhe o artigo  “Quanto Custa Manter um Carro” com todos os seus amigos que pretendem trocar de carro nos próximos anos ou que desejam realizar o sonho de comprar o primeiro carro zero km.